Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Não te apaixones pelo amor

por MANUEL COUTO, em 03.03.08

Não te apaixones pelo amor,
apaixona-te por alguém que te ame,
que te espere, que te compreenda mesmo na loucura;
por alguém que te ajude,
que te guie, que seja teu apoio,
tua esperança, teu TODO.
Por alguém que sonhe contigo,
que só pense em ti, em teu rosto,
em tua delicadeza, em teu espírito
e não em teu corpo ou em teus bens.
Apaixona-te por alguém que sofra contigo,
que ria junto a ti, que seque tuas lágrimas,
que te abrigue quando seja necessário,
que se alegre com tuas alegrias
e que te dê forças depois de um fracasso.
Apaixona-te por alguém que volte ao teu lado depois das brigas;
depois dos desencontros, por alguém que caminhe contigo,
que seja um bom companheiro,
que respeite tuas fantasias,
tuas ilusões.
Apaixona-te por alguém que te ame.
Não te apaixones pelo amor,
apaixona-te por alguém que esteja apaixonado por ti.

" (William Shakespeare)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:36

Tu e eu

por MANUEL COUTO, em 21.11.07

Me dá a tua mão e assim unidos em corpo
e espírito, contemplemos os elos que em nós existem. 
Tu e eu, somos uma partitura escrita com ternura,
somos o som harmônico desta orquestra melódica, tão bem
dirigida por um sentimento verdadeiro.
Representamos as notas divinas executadas por um violino,
somos a penumbra que ouve atenta os hinos de amor.
Somos, tu e eu, eu e tu, a fumaça do incenso que
penetra nosso peito, somos enfim, uma canção de amor, a deliciar
nossos próprios corações !!!.

(AD)


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:06

Paciência de amor

por MANUEL COUTO, em 27.10.07

Cubra-me de ternura,
aqueça-me com carinho,
abraça-me com desejo,
beija-me com afeto,
dispa-me com calma,
revele-me com prazer,
acaricie-me com vontade,
morda-me com sedução,
quero ser teu inteiro,
sem perder a emoção,
para que no meu tesão,
possa percorrer teu corpo,
com beijos molhados,
descobrindo teu ser,
a cada beijo dado,
dos pés à cabeça,
como somente tu permites,
compreender a essência,
de te preencher,
com paciência,
de amor...

Gil M C Veiga

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:31

O AMOR É....

por MANUEL COUTO, em 14.10.07
O Amor é algo que...

Amor é algo que se sente independente da vontade
de alguém e é um sentimento muito pessoal é como
uma impressão digital por isso não existirão
nunca dois amores iguais.

Amor não é para ser entendido nem correspondido;
Amor é para ser vivido compartilhado.
Nunca cobrado, sempre oferecido.

Ao mesmo tempo em que se parece com um pássaro
arredio e desconfiado, porque parece nos abandonar
as vezes sem que nos tenhamos dado conta.

Amor é muito confundido,
às vezes por não conhecermos a fundo o nome
de outros sentimentos confundimos muito do que
sentimos com amor ou com a falta dele.

Mas é impossível.
Sem ele não há vida,não haveria sorrisos,
nem tantas outras coisas que julgamos boas,
mas que só existem por causa da existência do Amor...
M.COUTO

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:39


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D