Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



LÁGRIMAS

por MANUEL COUTO, em 05.08.07

LÁGRIMAS...

As lágrimas são palavras
que não nasceram
Sentimentos que se calaram
São sorrisos que não vingaram
A fé que foi desmentida
pelo desespero.

Lágrima é a voz dos resignados
É o fruto da paz roubada
do peito ainda verde
Que se perdeu sem ser provado
Água que transbordou do leito
e segue sem rumo.

Lágrima é o grito que não
pode ser ouvido
São reticências colocadas
no final de quem não quis continuar
É o momento de dar o nó na garganta
É a angustia expelida por fustigar
a alma de quem não pôde amar ...

As chuvas são lagrimas de uma
estrela que apagou
É a tristeza que cansou de
ficar no canto
É o canto de quem não
tem motivos
É o motivo de quem desistiu
e se entregou...

Deus fez a lágrima para expressar
o que o medo revela
O que a alegria não supera,
a verdade que não pode ser dita
A dor que não pode ser sentida
O destino que não pode ser mudado somente vivido...

(desconheço o autor)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:35



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D